Decathlon Oxelo 3.6 mf nova vs versão antiga

Por Inlineout

Decathlon Oxelo 3.6 mf nova vs versão antiga

A Decathlon lançou no início do ano a nova versão da sua trotinete Oxelo 3.6 mf e ficamos curiosos em perceber quais as diferenças relativamente ao modelo anterior.

Assim à primeira vista parece que a Decathon tentou dar uma roupagem mais atual à sua trotinete freestyle Oxelo 3.6 mf, que apresenta um design um pouco mais agressivo e dimensões bastante maiores, dando a impressão que pretenderam lançar uma versão para um nível mais avançado e não de iniciação.

Passamos então a fazer um comparativo entre as 2 versões.

Garfo

Ao nível do garfo da trotinete o material é o mesmo (alumínio 6061-T69) sendo que a nova versão apresenta a possibilidade de compatibilidade com rodas até Ø 125 mm, enquanto a antiga apenas permitia ir até Ø 110 mm.

Deck

O material da deck da trotinete não sofreu alterações e continua a ser o alumínio 6061 T6 anodizado, já o tamanho da deck e o seu design foram completamente alterados.

A nova versão equipa com uma deck com 115mm de largura e 530mm de comprimento versus os 110mm x 500mm da versão anterior.

A nova deck perdeu os característicos rasgos longitudinais e apresenta-se mais compacta, mais resistente e com um design mais específico.

O ângulo do tubo da caixa é mais aberto, o que contribui para uma troti menos equilibrada e com mais dificuldade de controle.

Guiador

O novo guiador da trotinete Oxelo apresenta-se na forma de um t-bar em aço CrMo 4310, com Ø31,8mm, altura de 590mm e largura de 560mm, o que contrasta contra um guiador antigo feito em alumínio, com Ø 35.6, altura de 550mm e largura de 500mm.

Nesta peça a revolução foi completa. O novo modelo apresenta uma aparência mais apelativa e dimensões muito maiores, sendo também mais resistente e mais pesado. As dimensões podem ser considerades grandes demais para miudos que estão a começar e é por isso um guiador apropriado para um nível mais avançado.

Clamp

A nova clamp é específica para sistemas de hic, aperta com 2 parafusos e é compatível com guiadores standard e oversize. A antiga clamp era de 4 parafusos e o sistema de compressão era mais confuso. Consideramos que esta parte da nova versão foi bastante melhorada em termos de compatibilidade com os sistemas das trotinetes profissionais.

Rodas

A nova versão vem equipada com rodas de 110mm que são a medida standard atual versus as de 100mm que equipam a versão antiga.

Travão

O travão mantem o sistema "flex brake" que funciona bem e aparenta ser mais resistente que o antigo.

Preço

A nova versão custa agora 140€, o que compara com os 130€ da versão anterior.

Conclusão

Na nossa opinião esta nova versão apresenta alguns melhoramentos tais como um melhor sistema de compressão, que permitirá reduzir o ganho de folgas, uma deck e um guiador mais resistentes e uma compatibilidade melhor com as trotinetes para truques profissionais.

A tentativa de tornar a trotinete mais profissional levou a que perdesse a sua identidade como uma trotinete de iniciação. Tornou-se mais pesada e mais difícil de manejar devido às suas novas dimensões. Deixamos de poder considerar a Oxelo 3.6 mf como uma trotinete de iniciação e também não conseguimos coloca-la na gama profissional, ficando assim um pouco em terra de ninguém, para o que contribui também o aumento do preço.

Muito perto destes níveis de preço o mercado já oferece soluções completamente profissionais como por exemplo a trotinete Reaper da Chilli Pro Scooters para a qual apresentaremos um comparativo em breve.

Nota: este artigo é uma opinião própria da Inlineout que resulta da sua experiência e da experiência dos riders que consigo colaboram, podendo obviamente ser questionada.